29 de ago de 2010

OUTONO

Fui até o telhado de casa e lá de cima sentir o vento cortar meu rosto,doce sensação de liberdade,não tenho medo,nada existe lá em baixo,como o céu visto aqui de cima é mais azul..Os pardais  são meros espectadores, .pensam quem aquele homem pássaro..Meus pés na ponta da telha,sou sustentado pelo ar,assobio também posso cantar..Vamos!!Seja Ícaro meu amigo!!Grita em êxtase minha alma,somos livres.seres alados..Encanto o céu ,posso voar,quem disse que as nuvens tem sabor de algodão doce...Vou além da atmosfera,biosfera,tudo me espera..Vou te achar meu grande amor,você me deu asas,sou teu anjo..
Via láctea,ai está você.não te disse lá de baixo que o brilho dos olhos dela é igual ao seu..Vou deixar a foto dela junto com as suas irmãs,quando voltar pra casa,vou olhar aqui pra cima  e dizer a todos. "Olha meu grande amor,brilhando lá no céu neste dia frio de outono.."

Template by:

Free Blog Templates