24 de set de 2010

Agnus Dei

Há um Anjo caído no chão,seu corpo coberto tendo como cobertor o jornal de domingo,alguns que passam nem percebem suas asas manchadas,seu corpo inerte atrapalha o transito,buzinas apressadas e pedestres incrédulos que não acreditam do que o Amor é capaz..
Ali jaz um Anjo que nos desespero de ser amado,na ânsia de ver novamente seu coração bater,achava que novamente poderia voar,só que ele não tinha mais sua amada,a unica na face da terra que tinha o poder de fazer suas asas renascerem..Do décimo andar sentiu o vento da primavera,quis se libertar da solidão..Seu corpo em movimento,pairou por alguns segundo no ar..Não pode voar,não era mais amado,não tinhas asas o pobre anjo..
Dez segundos foi a duração de sua viajem ao encontro do asfalto frio,sua vida passou lentamente diante de seus olhos que lacrimejavam...Já não há mais tempo,já não há mais vida,tudo se acabou em um voou..

Template by:

Free Blog Templates