29 de set de 2010

ADEUS

Não ouço nada.tudo ao meu redor é silencio,nada vejo,minhas pálpebras se mexem nada encontra além da escuridão..Será que estou no céu ,sinto cheiro de éter,meus olhos se abrem aos pouco,parece que estou no céu mesmo,vejo anjos,um deles toca minha mãos,ouço meu coração bater  cada vez de vagar,um arcanjo diz,estamos perdendo ele..

"A todos que me seguem e admiram meus textos ficarei ausente por algum tempo.mas mesmo assimreleiam tudo,acaharão em cada palvra minha um pouco de vocês.."

ASTRONAUTA

Se soubesse o quanto te amo!!Imenso espaço sideral existe entre nossos corpos,galáxia inexplorada em constante expansão.Viajante estrelar,busco contato imediato sinto-me só neste mundo,mundo este o qual habito e nada conheço..Não posso dizer que a Terra é azul,mesmo do espaço,o meu céu sem você é cinza..Tantos mundos,tantas nebulosas,mas em nenhum destes lugares posso te achar..Vejo ao longe um pequeno planeta,um belo lugar,parece inabitável,os dias são claros,mesmos os de chuva não tem como ficar triste..Procuro por algum que more neste lugar,mas parece que todos que ali habitavam se foram,não há lembranças..Do norte ao sul,do leste ao oeste,nada vejo,os sonhos por aqui tem forma de nuvens,o vento fala,as estrelas brincam de esconde -esconde..Vejo um rio,mas sua água tem gosto de lágrima,em sua nascente vejo um hoeme,o primeirohabitante em anos de exploração,sinto que chora,sinto sua solidão..Mas ao me aproximar reconheço aquele semblante,aquele homem sou eu.mas como pode,viajei anos luz,como poderia encontar comigo mesmo..Que tolo sou,nunca me mexi,se quer fui ali,viajei em meus sonhos,fui para dentro de mim,encontrei a mim mesmo perdido um mundo distante o qual vive apena eu a espera de você meu amor..

27 de set de 2010

E O AMOR ??

Shakespeare disse: as viagens terminam
com o encontro dos apaixonados.
Que idéia mais extraordinária!
Pessoalmente, nunca experimentei nada,
ou algo parecido.
Mas estou convencido

de que Shakespeare, tenha.
Suponho que penso no amor mais do que deveria.
Admira-me constantemente seu poder
esmagador de alterar e definir nossas vidas.
Também foi Shakespeare quem disse que o amor é cego.

Pois bem, estou segura de que isso é verdade.
Para algumas pessoas, de forma
Inexplicável o amor se apaga.
Para outras, o amor singelamente se vai.
Mas é claro, o amor também pode existir,
mesmo que só por uma noite.
No entanto, existe outra classe de amor mais cruel.
Aquele que, praticamente mata suas vítimas.
Chama-se "amor não correspondido"
e nesse tipo... sou experiente.

A maioria das histórias de amor
falam de pessoas que se apaixonam entre si.
Mas o que acontece com os demais?
E as nossas histórias?
Aquelas que nos apaixonamos?
Somos vítimas de uma aventura unilateral.
Somos os amaldiçoados dos seres queridos.
Os seres não queridos.
Os feridos que se valem por si mesmos.

26 de set de 2010

TEMPO

Quero apressar o calendário ,viajar dois,três dias no tempo,saber como estarei..Mas ao mesmo tempo como saberei,o que senti nestes dias que não vivi..O que passou ficará apenas como uma data,uma estória que o tempo escreveu..Na maquina do tempo dos meus sonhos posso então viajar, encontrar aquela que tanto amo,a areia que escorre na ampulheta da vida brilha em meus olhos..Fico no memento que a abracei e a estrela que lhe dei em forma do meu coração,que troquei com Deus,hoje brilha em seu pescoço..Existiu no passado mais um dia em que meus sentimentos novamente foram aceso pela chama do amor que sinto..

24 de set de 2010

Agnus Dei

Há um Anjo caído no chão,seu corpo coberto tendo como cobertor o jornal de domingo,alguns que passam nem percebem suas asas manchadas,seu corpo inerte atrapalha o transito,buzinas apressadas e pedestres incrédulos que não acreditam do que o Amor é capaz..
Ali jaz um Anjo que nos desespero de ser amado,na ânsia de ver novamente seu coração bater,achava que novamente poderia voar,só que ele não tinha mais sua amada,a unica na face da terra que tinha o poder de fazer suas asas renascerem..Do décimo andar sentiu o vento da primavera,quis se libertar da solidão..Seu corpo em movimento,pairou por alguns segundo no ar..Não pode voar,não era mais amado,não tinhas asas o pobre anjo..
Dez segundos foi a duração de sua viajem ao encontro do asfalto frio,sua vida passou lentamente diante de seus olhos que lacrimejavam...Já não há mais tempo,já não há mais vida,tudo se acabou em um voou..

23 de set de 2010

AMOR VOLTE PRA CASA

Um dia o Amor tocou-me sutilmente, experimentei seu dedilhar percorrendo minhas mãos
Um dia o Amor, encheu cada centímetro da minha essência com o pó das estrelas
Um dia o Amor, me fez enxergar visões angelicais, abriu meus olhos
Um dia o Amor, derramou sobre mim nuances cheiros e desejos
Um dia o Amor, me fez viver, sonhar em tudo que há de mais belo acreditar
Um dia o Amor, disse-me adeus
Um dia o Amor, me fez chorar, levou as cores o perfume e os desejos de um dia
Um dia o Amor, me fez chorar e os anjos enxugaram minhas lágrimas
Um dia o Amor partiu e neste dia um pouco de mim morreu
Um dia espero que ele volte que ressuscite um pobre homem que aprendeu a amar e um dia...

21 de set de 2010

VAZIO

Condicionei meu vazio,o que há dentro de mim é um mundo abissal,habitado por monstros imaginários..Nada existe,tudo é tão silencioso,um vasto mundo inabitável ,tudo é tão escuro..Se ao menos houvesse o nada,se ao menos sentisse algo..Tenho agora este vazio,e se por acaso ele resolver partir,não sei o que ficará..Onde está solidão,quando se precisa dela.por onde andas a tristeza para preencher o meu vazio..Não respondo quem meu me nome chama,o que se ouve é um pequeno eco..A fenda que se abriu separa meu corpo,divide minha alma,meus pés contemplam o vazio que me tornei,quero me jogar neste desconhecido,mergulhar bem lá no fundo,explorar o espaço inexistente do que um dia foi completo..Abandono meu vazio,em uma porta qualquer,esqueço que faz frio,não posso deixa-lo,este vazio é meu,este vazio sou eu..

19 de set de 2010

UM CAMINHO


Me mostre o caminho do seu coração,qual a direção que devo tomar,estou perdido neste labirinto,ouço sua voz ecoar através das paredes,meus olhos abertos não te vêem,preciso fecha-los para te encontrar.Estou desorientado,a bússola da minha alma perdeu o norte em você.Guie-me como você faz nos meus sonhos,segure minha mão,mas desta vez não se vá quando amanhecer..Do que vale existir mil caminhos,se o único que quero encontrar é você.A noite revela as estrelas e com ela a solidão de esta sozinho e perdido..

18 de set de 2010

Aonde está Você?

Deixei de lhe amar,nem imagina o quanto foi fácil lhe esquecer
Se me viram chorar,não acredite nisso,não teria motivos
Essa pequena dor que há em meu peito,um dia saberei o nome
Sinto frio,a falta do seu corpo,me lembra que hoje é inverno
Os dias se fazem longos,a saudade agora mora comigo,as tardes são vazias
Se penso em você?Claro que não!!Nem sei por quer pensaria
Povoar meus pensamentos com sua suave imagem,lembrar do seu sorriso
Meu olhar triste,a lágrima que nasce em meu rosto,é pura encenação.
Amor,palavra tola que meu coração acostumou  a pronunciar...
Tantas mentiras que acabei de dizer,se a única verdade que conheço é a dos seus beijos..

15 de set de 2010

INTENSO AMOR

O Amor não se escreve nasce por si só
É como sino que toca a melodia bela
De corações que tocam uma nota em dó
Criação de Deus dado as criaturas da Terra

No suave perfume,uma tarde de sexta
Em seus cabelos que viram flores
Um corpo que se torna um dos muitos amores
Toda dor passa,apenas a do amor não se esqueça

Somos tudo aquilo que sentimos,tudo tem sua graça
A chuva que cai na rua molhando cada rosto
Por trás da vidraças a lágrima tem o mesmo gosto
O calor que sai da boca se faz fumaça

Um olhar na distante tempestade que faz cinza o céu
A paixão que dói,não encontra apoio no amor
Só o que é intensamente puro,tem sabor de mel
Quando se ama,não se escreve a alma a palavra dor

12 de set de 2010

"Primo vere"

Lá vem a Primavera,lá vem ela,lá vem meu amor..
Lá vem a noites frias,lá vem "primo vere"..
Lá vem o perfume das flores,lá vem a saudade..
Lá vem os dias longos..
Lá vem..Lá vem

Lá se foi o outono,lá se foi meu amor...
Lá se foi as noites quentes,lá se foi "autumno"..
Lá se foi seu cheiro,lá se foi um abraço...
La se foi os dia curtos...Lá se foi você...

11 de set de 2010

Um dia...



Palavras..que soam..como sinos de catedrais..um domingo que se acaba e uma noite que cai suavemente..calmamente..deixando na boca um gosto de saudade,da palavra dita,,do beijo dado...ou da palavra não dita ou do beijo não dado..ainda resta o perfume que ficou..do calor do abraço que o corpo leva para cama e com uma prece agradece por mais um dia..que como os outros acabam..mas se reconstrói bem dentro da gente""

REFLEXO

Acorde-me anjo, diga ao menos uma palavra, por onde esteve, senti sua falta hoje
Existe entre nós um muro límpido feito de vidro, dois mundos, duas dimensões.
Vejo onde tu moras é tão mágico, leve-me para seu mundo, não quero ficar no meu.
Nossas mãos sobrepostas, a junção perfeita, unidas como em uma oração...
Não me contemple assim, olhe minhas mãos que em vão tentam quebrar esta barreira
Lanço pedras e elas ao menos arranham esta vidraça que nos separam
Barreira indestrutível, feita de sonhos e de uma distância imperceptível
Se ao menos existisse uma porta a qual o vento abrisse e assim poderia lhe abraçar
As lágrimas que escorrem da minha face conseguem trincar o vidro, mas não quebrá-lo
Nossas almas transformam a transparência deste cristal em um prisma colorido de cores
As duas brincam de caleidoscópio e ao longe nos vêem dois corpos que apenas querem ficar juntos. Somente uma coisa poderá nos unir,lançarei meu coração e somente assim quebrarei este muro em mil pedaços de diamantes..E quando o Sol brilhar em cada fragmento,refletira enfim meu sorriso,seu sorriso..

9 de set de 2010

OÁSIS

Um pensar distante;a saudade feito um deserto..Onde tempestades de areia cegam meus olhos,minha garganta seca não consegue pronunciar teu nome,Perdido estou por esta distancia ao esmo,te procuro,mas tenho dentro de mim um mapa,onde o Sol escaldante não atinge com seus raios.Minha alma te tem como bussola , teus olhos são como mãos que me agarram forte e me conduz por dunas de saudades.E abro meus olhos e te vejo,minha mente me avisa que é uma miragem,mas meu coração te reconhece como meu Oásis,onde ventos calmo refrigera meu corpo,o mel dos seus lábios sacia minha sede e encontro repouso em seus ombros,Uma terra distante chamada VOCÊ,aonde um dia pretendo chegar e finalmente a chamar de minha

MEU DESEJO

Apego-me em tua imagem, que por um dia esteve ao alcance de meus pobres olhos, sou tão infantil, meus atos impensados, minhas palavras se atropelam. Moro em um pequeno planeta de longe vejo sua luz,me jogo neste vasto infinito,toco estrelas,pinto meu dedo em cometas.Onde está você além daqui dentro de mim,me propago na velocidade do som,me aconchego em teu silêncio,me calo diante de ti..O que tenho além de sonhos,sonhos este as vezes impossíveis ,,corro contra o vento,me alimento do que não vejo..
Agora é tarde, hoje o Sol não sorriu pra mim estava distraído te olhando, não sei fazer poesias tão belas, tenho poemas simples, versos completos de carinho que ofereço pra você. Faço da minha alma uma casa de espelho, que reluz feito diamante, o seu rosto é meu mosaico,minha terra medieval,meu mundo Bizantino,sou um rei Persa à procura de uma princesa..
Agora vou indo,meu pequeno planeta me esperar,quando anoitecer não se esqueça de olhar para o céu,bem longe estarás eu, te seguindo com os olhos para onde você for...

8 de set de 2010

DEUS

Seguirei este caminho,obrigado Senhor por esta provação me dê forças,sei que minha alma passará pelo deserto do desanimo,sentirei sede e fome mas tua palavras serás meu alimento..Que não seja feita minha vontade,a tua palavra será minha luz..Não sei a dor dos seus espinhos,minhas mãos não tem a marca da sua inocência..Sou humano e pecador,livre-me do mal e não deixe-me cair..E mesmo que eu caia não quero que me levante,mas estenda sua mão quando eu mais precisar..Sinto minha coragem querer partir,sinto o medo e a solidão me olhando..Enviei seu anjo Senhor,para que ele possa ser meu interprete,não sou digno de ser ouvido por ti Pai..Quando a noite chegar e ela me assombrar,abraça-me e diga meu filho estou aqui..

PRONOME POSSESIVO

Ele a viu entrar...  
Ela não o notou..
Ele por ela se apaixonou  
Ela por ele passou..
Ele em seus olhos fitou
Ela deste olhar desviou..
Ele uma poesia escreveu
Ela de nada entendeu..
Ele prometeu lhe amar
Ela prometeu não lhe magoar..
Ele a ela seu amor daria
Ela a ele sua amizade daria
Ele sentiu o mundo acabar
Ela em seu mundo não iria habitar
Ele sentiu no rosto uma lágrima descer
Ela desta paixão não quis conhecer
Ele a viu partir
Ela se viu partir
Ele agora chora
Ela foi embora
Ele da sua dor palavras fez nascer
Ela ainda habita em seu ser
Ele escreve esta poesia
Ele sabe que ela é sozinha
Ele não conhece outro pronome
Ele só conhece ELA..

7 de set de 2010

VOZ DOS ANJOS

Sua voz e meu coração têm mistérios que entre si se relacionam.
Tal melodia faz vibrar meus sentimentos
No seu falar há harmonia..
Sua voz e meu coração são confidentes e muito bem se entendem.
Seu sussurrar e o bater do meu coração,afinam-se num diapasão
Quando fala meu nome é como uma harpa  que vibra ao mais sutil dos toques.
Demonstra-se doce e suave como o perfume da orquídea, e sutil como o cair da chuva..
Tem a explosão como um trovão ou viaja como a brisa...
É quente qual deserto,mas aconchegante como oásis...
Sem você sou triste e melancólico como o outono, ao te ver sou feliz feito primavera... Desordenado como a paixão, ou límpido como o amor...
Toque-me como um violino me dedilha com carinho e ternura produz em minha alma a mais bela e vibrante canção que exista..

6 de set de 2010

✩1976 - †2010


Quando o Amor morre fica o vazio,fica a dor
O que permanece neste espaço antes ocupado pelo Amor?
A saudade apesar de grande não continua ser
A tristeza apesar de passageira não quer mais aquele lugar como lar
Pobre Amor morreu e ninguém velou seu corpo
Ali jaz um Amor,sem nunca possível conjugar seu verbo
Nasceu só,viveu só,morreu só...

5 de set de 2010

AMOR ..AMORE.

Tentei lhe tirar dos meus pensamentos,tentei afastar sua doçura de perto de mim,tentei dizer que tudo é igual sem você.Vãs tentativas;aniquiladas por uma força maior que me atrai ao teu encontro,suspenso no ar,perdido no infinito de uma paixão constante,penetrante nas cores ínfima de minha natureza.Quero-te em minha veias oxigenado meu corpo,levando vida ao meu coração.Me jogo no espaço vazio,procuro seus braços,abraços que faço mundo,sorriso vasto,imensidão de estrelas.És sereno aromático,perfume de rara fragrância,adentra minhas narinas enfeitiça minha mente,fico fora de mim,quero pertencer a ti..

4 de set de 2010

SEM VOCÊ NÃO HÁ POESIA

Soletro palavras,tento escrever poesias,,nada me inspira,a Lua que era minha amante agora é apenas o satélite natural da Terra,as flores todas tem os mesmos nomes,a chuva que antes me fazia sorrir,hoje quero que passe logo.Meu coração que era tagarela hoje nem o silencio há.O pôr do Sol anuncia apenas mais uma noite,a qual as estrelas nem admiro mais..
Pois sem você não existe poesia,nem palavras,perco a inspiração,a Lua não tem mais brilho.rosas,margaridas, não tem o seu perfume,tenho a chuva,mas não você para ouvi-la comigo,Meu coração mudo só quer falar só seu nome e meus olhos enxerga um imenso céu vazio..Sem você nada existe..Existe apenas um mundo..um mundo lá fora

Template by:

Free Blog Templates