9 de set de 2010

OÁSIS

Um pensar distante;a saudade feito um deserto..Onde tempestades de areia cegam meus olhos,minha garganta seca não consegue pronunciar teu nome,Perdido estou por esta distancia ao esmo,te procuro,mas tenho dentro de mim um mapa,onde o Sol escaldante não atinge com seus raios.Minha alma te tem como bussola , teus olhos são como mãos que me agarram forte e me conduz por dunas de saudades.E abro meus olhos e te vejo,minha mente me avisa que é uma miragem,mas meu coração te reconhece como meu Oásis,onde ventos calmo refrigera meu corpo,o mel dos seus lábios sacia minha sede e encontro repouso em seus ombros,Uma terra distante chamada VOCÊ,aonde um dia pretendo chegar e finalmente a chamar de minha

MEU DESEJO

Apego-me em tua imagem, que por um dia esteve ao alcance de meus pobres olhos, sou tão infantil, meus atos impensados, minhas palavras se atropelam. Moro em um pequeno planeta de longe vejo sua luz,me jogo neste vasto infinito,toco estrelas,pinto meu dedo em cometas.Onde está você além daqui dentro de mim,me propago na velocidade do som,me aconchego em teu silêncio,me calo diante de ti..O que tenho além de sonhos,sonhos este as vezes impossíveis ,,corro contra o vento,me alimento do que não vejo..
Agora é tarde, hoje o Sol não sorriu pra mim estava distraído te olhando, não sei fazer poesias tão belas, tenho poemas simples, versos completos de carinho que ofereço pra você. Faço da minha alma uma casa de espelho, que reluz feito diamante, o seu rosto é meu mosaico,minha terra medieval,meu mundo Bizantino,sou um rei Persa à procura de uma princesa..
Agora vou indo,meu pequeno planeta me esperar,quando anoitecer não se esqueça de olhar para o céu,bem longe estarás eu, te seguindo com os olhos para onde você for...

Template by:

Free Blog Templates