6 de nov de 2010

DIMENSÕES

Quem poderá uma máquina do tempo me emprestar,quero voltar ao passado buscar nas poucas lembranças da minha mente,aquele momento..Na viajem do tempo,existe uma lacuna não preenchida,há no espaço pequenas partículas que juntas formam apenas uma foto,um instante perdido em alguma dimensão..O presente é tão vazio e o futuro ainda mais cheio deste vazio, a distância entre nossos mundos é tão pequena,não medida em ano-luz,o que nos separa é apenas uma palavra dita por seus lábios..
Não te encontro mais dentro de mim,cada parte da minha alma,cada célula do meu corpo,não encontro nenhum vestígio de ti..Aqui fora o que vejo é um Seara vasto e deserto,onde a solidão sedenta se delicia das minhas lágrimas e a dor se aloja na sombra em que meu coração cansado descansa..
O que bate em meu peito não é se parece com um coração é algo mecânico como um relógio de bolso,que parou na hora que te conheci e no exato minuto que te beijei e triste segundo que te perdi..
Entrego em sua mãos meu sono,mas nunca meu sonho,ainda me resta esta invenção que minha alma criou,que nas noites de chuva me traz você...

1 comentários:

A menina dona do diário disse...

Olá... Ronaldo, você me perdoa pela ausência...
Mas é que esses meses estão sendo muito atordoados ^^,
Então meu msn D.Malukiitah@hotmail.com :)

Template by:

Free Blog Templates