17 de fev de 2011

SINTONIA

Ao meu coração digo calma,sem a serenidade que me é custumaz..
Não consigo alçar vôo,estou em coma sem minhas funções vitais
Estou caido no piso frio,minha espinha dorsal toca meu coração..
O pequeno sopro de vida que existia,se perdeu na escuridão..


Estou tentando me achar,sou uma carta descartada do baralho
Num campo de centeio sou um esquecido espantalho
Que avista a chuva pintando o céu de azul escuro
Sem aquela que amo,sou um pecador impuro


Peço que nunca mais anoiteça,assim não poderei sonhar
Se eu fechar meus olhos,ela poderá vim me assombrar..
Estou em posição fetal,sou um menino assustado sem emoção
A luz do poste incomoda meu sono,cega minha visão..

Sou um palhaço triste que chora por detrás da pintura 
A luzes se apagaram,o espetaculo da vida acabou na amargura
De quem viveu uma vida inteira sem nunca te encontrado
A razão de viver esta vida como se fosse um reino encantado



0 comentários:

Template by:

Free Blog Templates