26 de jun de 2011

Ab initio o Amor

Tenho a inclinação a não lhe esquecer,se a morte me visitasse e me pedisse a vida por ti,de certo entregaria mais que minha vida.. Dos poucos momentos de lucidez,respiro a doce fragrância do teu corpo.. Busco no vazio do tempo,teu toque que me toca,sou agora um borrão de tinta no papel que muda de forma com o passar das páginas.. Roube meu segredo,é inverno no hemisfério esquerdo do meu peito,ouço suas risadas largas,dispersas em meu pequeno universo imerso,imenso.. Das juras restou promessas rasas,rosas vermelhas,vestidas,quase nuas.. Adivinhe meus pensamentos,invada minha mente,faça a mesma coisa que fizeste ao meu coração,se ação e cheio de emoção,sem noção,saudades da pátria um filho sem nação..

0 comentários:

Template by:

Free Blog Templates