11 de nov de 2011

Rabisco

Do papel poroso eu te crio,imagino seus cabelos e traço em teus olhos meu horizonte..Seus braços que faço abstrato,teu rosto és arte pura.Retraço seu retrato,perfeita simetria.A conjunção da mais bela harmonia em luz e sombra..Rascunho teu nome,apago meu erros,copio meu sentimentos,me lanço em cada linha.Destilo minhas lágrimas e da saudade crio tintas.A arte imita a vida,do giz ao lápis,da presença a distância,do papel a tela..Desenho você pra mim e meu coração é compasso marcado,o que sinto por você não se mede,não se escreve.não se esquece..

0 comentários:

Template by:

Free Blog Templates