3 de jun de 2012

ESQUECI DE MIM

Junho chegou e com ele todos os meus sonhos e ilusões juntas,como um pacote fechado com barbante! Paixões, palavras e sentimentos,morreram junto com Maio.. O que estou fazendo da minha vida,alias o que fiz dela então.. Já não durmo,passo as noite,revirando em uma cama que mal cabe meu coração.. Mil coisas atormentam minha mente,um espaço entre meu coração e meus pensamentos é tão vasto como uma sala vazia de hospital.. Toda palavra permanece seja ela verdadeira ou falsa,como se acaba com o que é real,como voltar para o que existiu.. Já não quero o amor perto de mim,ele fere meu corpo,queima minha alma,zomba de mim.. Quero ir pra casa,pisar no chão molhada pela chuva.. Dei meu coração,por outro coração,mas em troca recebi em troca,apenas feijões.. Quem brotaram na terra e em vez de me levar até o céu,suas raízes puxaram meu pés,até o inferno de Dante.. Estou morto sem ela,nem o purgatório posso ir,no umbral outras almas dizem que me suicidei,não entendo nunca me matei.. Pobre homem,o amor foi teu veneno por anos consumiu este mal..

0 comentários:

Template by:

Free Blog Templates