16 de mar de 2010

EU


Hoje ao acordar,você ainda estava aqui ao meu lado,o gosto doce do seu corpo permanece aqui..Como dói esta dor em meu peito destrói tudo feito um terremoto,o que sobra é uma poeira que fica sobre a mesa,na qual desenho seu nome,quantas coisas que não disse,quantas coisas que eu falei e deveria naquele instante me calar.Já não sou mais aquela criança que tem medo do escuro,que chorava com a cabeça entre os joelhos..
Meus sentimentos parecem indo desaparecendo os poucos,ficando apenas uma parte de mim.esta mesma parte que um dia foi inteira,que foi humano,que foi feliz...

2 comentários:

Inercya disse...

Sensível, porém bonito. Gostei (:

Florzinha disse...

Lindo texto... parabéns!

Template by:

Free Blog Templates