10 de fev de 2011

As vezes pareço não está aqui...

A quanto tempo procuro razões para minha existência,para tudo que sinto uma duvida paira suavemente..Ando calado ultimamente ,sem me tocar que preciso tanto de mim,minha força tão estranha rasteja pelo jardim como um caracol que perdeu sua casa e sente a chuva do meio-dia enfeitar seu caminho com lama..Estou em um labirinto espelhado,as imagens que se refletem distorcem minha emoções,jogo meu corpo contra cada espelho,não consigo quebrar meu próprio eu..Onde foi para minha esperança,que há pouco tempo atrás me fazia sorrir,meu coração escorre pela pia do banheiro enquanto escovava os dentes,o ralo entupido encharca todo tapete da sala,meus pés molhados dão a certeza que vou me resfriar..Tenho um relógio que não funciona,deve ser por isso que não vejo as horas passarem,os anos passam,e cada dia parece mais ainda com o ano passado,começo a sentir saudades de alguém,que um dia passou pela minha vida,que me fez um bem danado..Este alguém era eu,que por acaso foi embora numa tarde em que as nuvens pareciam adormecer..Neste dia em que fui embora,esqueci no ônibus uma saudade

0 comentários:

Template by:

Free Blog Templates