6 de fev de 2011

MALDITA DOR

Suas palavras rasgaram meu peito,como se fosse uma faca,sentir rasgar meu coração,o frio fio da lâmina.gelou até minha alma.suas palavras foram tão duras,arrancou de mim o pouco chão que ainda existia debaixo do meus pés..Apenas dediquei a ti o que pra mim era importante,sei que não é perfeito o amor que lhe entreguei,restava uma pequena chama,um grão de areia desse sentimentos..Mas agora estou seco,vazio,morto,a tristeza não suporta ver minha tristeza..Como vivemos em mundos diferentes?Achas que sou de Marte?Ou de alguma constelação fora do sistema solar?Que um sonda espacial detecta como pontos,vejo que seu lado humano é apenas superficial,onde não existe lugar para o verdadeiro..Não me te peço nada,pois não me deves nada também..Quero apenas sua felicidade e já que nunca quis a minha,me trata com esta indiferença,seus olhos se dirigem para mil direções mas nunca para mim,sua boca diz milhôes de palavras,mas nunca o meu nome,sonha com fantasias que jamais seram verdade,mas nunca teve tempo de pensar em mim..
Sou pra você apenas um sequecia de teclas que seus dedos digitam,dedos estes que marcaram em mim digitais,mas que constatemente sou deletado,não digo que fui desprezado,pois se despreza aquilo que um dia teve..Por você fui jogado na lata do lixo,o cheiro de indiferença que tenho atraem moscas,agora sou um pedaço de papel que a enxurrada leva e que em breve será apenas um dejeto humano,esquecido neste mundo..

                                 ""Ronaldo D'Angelo""

0 comentários:

Template by:

Free Blog Templates