29 de mai de 2011

A dor de uma solidão

Te amo em pequenos suspiros,mas com a força de todo ar dos meus pulmões..
Te amo na madrugada solitária e fria,mas na esperança que o dia  me traga você...
Te amo em versos prontos e frases imperfeitas,mas na interpretação perfeita da minha paixão..
Te amo na sépia de uma saudade,mas em vivas cores de uma fotografia eterna que meu coração emoldurou..
Te amo em nossos nomes escritos com canivete no velho carvalho,mas com  a centelhas da lenha que aquece você..
Te amo no curto minuto de um grão que cai de ampulheta,mas a eternidade do tempo não estou longe de ti..
Te amo como na tempestade que molha seu suéter ,mas sendo a primavera que faz o Sol brilhar durante a noite.
Te amo enquanto esta dor dilacera meu espírito,mas sabendo que és meu bálsamo...
Te amo sabendo que não me amas..
Te amo nesta solidão...
Te amo nestas pequenas doses de veneno..
Te amo neste sono eterno chamado morte...

0 comentários:

Template by:

Free Blog Templates