12 de jul de 2012

INTERVALO

O meu coração descobriu o que a ciência há tempos tenta demonstrar,que tudo é relativo.Se por pouco tempo tive você,tenho agora nesta eternidade sua ausência,sua distância...Meu relógio agora anda pra trás,tentando recuperar o tempo e dizer tudo que deixei preso na boca..Sem você meu universo é estranho,sou um extraterrestre buscando vida dentro de mim mesmo..Dentro dos meus passos,milhas e milhas de um tempo parado,em que ficou foi apenas meu silêncio.. O que restou dentro de mim é uma cidade vazia do interior,onde somente a lua mostra a janela.. Arranquei tudo que havia dentro de mim,para que ao menos eu viva ou melhor sobreviva..Uma colcha de retalhos aquece meus pés,dezenas de cores que unem como duas mãos de um amor que nunca aconteceu,que nunca viveu,que apenas sonhei..Que um dia fui feliz,quando meus olhos feito uma criança,abriu minhas pálpebras e sua luz invadiu toda minha casa e minha mente..

0 comentários:

Template by:

Free Blog Templates