27 de jan de 2011

Epitáfio

Não quero acordar do meu sono.existe uma serpente em meu quintal,ela mora em uma árvore mágica que somente eu consigo enxergar.Nunca soube que os anjos choram,dizem que a tristeza no céu é diferente,as vezes os anjos olham para a Terra e se lembram que um dia caminhavam pela rua,brincavam na chuva..As vezes a saudade é tão grande que arrebenta o coração,fica então uma enorme fissura,que as vezes o tempo costura com um barbante e em vão,tentar curar esta dor.Quando se perde alguém,parte dela fica em nós,como aqueles carrapichos que cola na roupa,quando pulamos o quintal do vizinho para roubar goiaba.
É estranho ver a chuva cair em um dia ensolarado,não existe nuvens,talvez o céu azul esteja chorando ou aqueles anjos,sopram bolas de sabão e com o dedos estouram uma por uma e não conseguimos ver,por que estamos muito ocupados pensando em nós mesmo.. 

2 comentários:

J.W disse...

epitáfio me lembra aquela música do Titãs, mas até hoje eu não sei o que significa, nunca tive a coragem de pesquisar, pra saber

Ronaldo disse...

Epitáfio:Inscrição tumular que inclui informações biográficas e, eventualmente, breves palavras lisonjeiras para uma pessoa que partiu mais cedo. Esta parte textual do epitáfio é normalmente escrita em verso.Pratica-se este género pelo menos desde a antiga civilização egípcia, quando era costume gravar nos sarcófagos e nos túmulos, que para além da informação biográfica podia incluir uma oração aos deuses para protecção

Template by:

Free Blog Templates