31 de jan de 2011

Sou? Ou apenas pareço?



Tenho buscado saídas onde só você pode abrir  a porta.
Tenho corrido por longos caminhos chuvosos, e só você pode me proteger.
Tenho tentando ser o mais transparente que agora consigo, na tentativa de não te perder.

Tenho sido sincera no limite da dor.
Tenho feito de tudo pelo nosso amor.

Tenho sido tudo que qualquer um pode querer.
Estou sendo mais do que esperavas ver.

Estou correndo atrás de uma chance pra nós dois.
Estou tentando tudo pra não te perder depois.

Posso ser o que desejas, uma perfeição mulher.
Posso seguir todas as regras, do jeito que você quiser.

Te darei o meu melhor, para que todos vejam como tu sois feliz.
Mas por dentro estarei sozinha, não sendo nunca o que eu mesma quis. 

Gil Façanha

2 comentários:

Ronaldo disse...

O bom desta vida é ler tudo iso,é bom saber que neste mundo existe pessoas como você..O anoitecer se torna belo e sublime...

Poetas Insanos disse...

O preço de amar...
Mas, vale sempre medir o quanto vale a pena moldar-se de acordo com a necessidade de amar.
Belo texto, parabéns.
E obrigado por me visitar, tem uma amiga que está postado textos comigo, e ela agradece pelo seu comentário.
Um abraço...

Template by:

Free Blog Templates